Veias Simétricas

Caros aprendizes,

hoje nós vamos falar sobre um assunto que parece complicado, mas convenhamos…nunca se deve julgar um livro pela capa, então vamos começar criando uma nova imagem de tamanho livre, aconselho algo em torno de 1000×1000 pixel s mas você é livre para decidir o que é mais conveniente para você.

Criada a nova imagem vamos preencher a sua area útil ao nosso gosto. Para poupar tempo você pode seguir o exemplo abaixo que foi criado através da intervenção do filtro renderizador denominado “Plasma“. A imagem abaixo ilustra o caminho até o filtro e o procedimento executado pelo mesmo:

Aberto o filtro basta clicar em “OK” para que ele gere a semente padrão ou você pode criar a sua própria dependendo do seu gosto e imaginação:

Satisfeito aguarde o processamento:

Caso você tenha optado por não seguir o exemplo acima não há problema algum, porém se o seu trabalho possuir mais de uma camada é hora de unifica-las pois é agora que começa a diversão =]:

Vamos começar criando o primeiro seguimento de linhas horizontais através da ação do filtro distorcivo denominado “Vento“. As imagens abaixo ilustram esse processo:

Atribua ao recuso limite uma valoração próxima ou igual a zero para obter linhas mais consistentes, a valoração do recurso força deve ser sempre superior a 15.

Satisfeito aguarde o processamento:

Agora, duplique a camada base da imagem, para isto clicando no ícone mostrado abaixo presente na interface de controle de camadas:

Feito isso nós temos a seguinte situação:

Para criarmos as linhas verticais, precisamos alterar a orientação da camada resultante da ação anterior e atribuir a mesma um efeito de camada subtrativo, para isto basta rotacionar a mesma em 90 graus no sentido horário ou anti-horário =] e aplicar um efeito de camada compatível com a proposta citada,  as imagens abaixo ilustram esse processo:

Veja o que acontece quando se aplica o efeito de camada denominado “Multiplicar” após o rotacionamento:

Agora Veja o que acontece quando se aplica o efeito de camada denominado “Diferença”:

Visto isso podemos dizer que existem várias interpretações para a mesma técnica, então, escolha a mais lhe agrade =].Dito isso, vamos prosseguir preenchendo as partes ainda não verticais, duplicando novamente a camada que sofreu a ultima intervenção e forme encaixes simétricos entre as camadas utilizando a ferramenta de espelhamento presente na interface principal do Gimp representada pelo ícone abaixo:

Terminado o procedimento acima esta é a situação do nosso exemplo do dia:

Agora que já nos aquecemos, vamos ver algumas das mais que diversas possíveis aplicações do que acabamos de aprender:

Primeiro combine todas as camadas visíveis do exercício e crie uma nova camada transparente sobre a resultante, sobre a mesma iremos criar um degradê dentro dos limites da nossa vontade, para tanto, selecione a ferramenta de degradês presente na interface principal do Gimp. Criado o degradê, vamos fazer com que ele se funda ao nosso trabalho aplicando um efeito de camada subtrativo como por exemplo o efeito de camada denominado “Diferença”.

As imagens abaixo ilustram esse processo:

Veja o oque ocorreu após a aplicação do efeito de camada supracitado sobre a camada portadora do degradê

Feito o procedimento acima, vamos alterar a estrutura de cores e também a estrutura luminosa do nosso trabalho de maneira que o mesmo adquira um conceito mais agressivo e uniforme, para isto, combine todas as camadas visíveis do trabalho e abra o filtro denominado “Mapeamento Alien“. A imagem abaixo ilustra o caminho até o filtro:

Para obter uma estrutura de cor mais uniforme basta diminuir a barra de valoração do recurso  freqüência de luminosidade. Para alterar de maneira significativa a estrutura luminosa basta trabalhar com a freqüência e a fase da luminosidade de maneira que a pré-visualização fique do seu gosto.

Satisfeito, clique em “OK” e voilá!

Mas nós não precisamos parar por aqui certo?

Então prosseguindo, vamos ver o que acontece quando colocamos pastilhas de vidro sobre o nosso trabalho =], esse procedimento é muito simples mas bem alucinógeno como as imagens abaixo irão mostrar:

Primeiro abra o filtro luminoso denominado “Pastilhas de vidro”:

Aberto o filtro, seu uso é muito simples, o controle da largura e da altura das pastilhas de vidro é feito através das respectivas barras de valoração, sendo que a uniformização é atingida com o simples ato de marcar a pequena corrente do lado direito da interface da ferramenta. Satisfeito, clique em “OK”.

Para quem desejar prosseguir, vamos agora utilizar o filtro distorcivo denominado “Apagar Linhas Alternadas”. =]

Como se pode notar, sua interface é auto-explicativa, assim, deixo para vocês conhecerem seu emprego melhor em sólo:

Na maioria dos casos um clique em “OK” é mais que suficiente =].Para compensar o escurecimento natural da ação do filtro, duplique a camada base e sobre a nova camada aplique o efeito de camada aditivo denominado “Adição”:

e é assim que termina o nosso exemplo =]:

E para os meus aprendizes eu deixo um pequeno desafio:

Que efeito de camada utilizei para interligar o olho para com o resultado final de um trabalho confeccionado utilizando o que aprendemos no assunto de hoje?

Vejo vocês no nosso próximo assunto!

3 Respostas to “Veias Simétricas”

  1. Muito bom mesmo !
    Aos poucos eu vou gostando mais do modo de trabalhar do Gimp, mas esperando anciosamente a novã versão com as alterações no layout do programa !🙂

  2. Muito interessante.
    Parabéns pelo ótimo tutorial e obrigado!

  3. Parabéns pelo blog… muito bom!!!
    Tenho uma queda por edição de imagens, e às vezes me pego brincando, mas não sei muita coisa… os teus passo-a-passo são excelentes!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: