O Vórtice Ocular

Caros,

O assunto do dia fala sobre um mito que diz que o abstrato pode aproximar trechos de objetos “naturais ou pré -existentes” de uma imagem qualquer e hoje nós vamos ver se o mito cumpre o que promete. Vamos lá?

Comecemos escolhendo a imagem que irá compor o nosso exemplo do dia:

vortcez11

Agora crie uma nova camada transparente para em seguida irmos ao filtro responsável por grande parte do trabalho do dia:

vortcez2

Após o carregamento da interface, gere um espectro com entrelace lacrado, ou seja, que a linha estrutural chave seja interligada formando um abrigo interno. Abaixo temos alguns exemplos:

vortcez3

Depois de escolhido o espectro a ser gerado, autorize o filtro a trabalhar:

vortcez4

Eis o que temos, agora vamos tornar o espectro visível dentro do nosso trabalho:

vortcez5

Para tanto aplique sobre a camada portadora do mesmo o efeito de camada denominado “Super-Exposição”:

vortcez6

Agora é que vem a grande sacada, redimensione o espectro até que ele se encaixe nas extremidades da area que se deseja destacar, depois mova-o espetro caso ele fique fora da posição correta após o redimensionamento:

vortcez7

Aqui nós temos o espectro já redimensionado e em seu devido lugar destacando a iris do olho utilizado como exemplo:

vortcez8

Agora duplique a camada portadora do espectro a fim de realçar o destacamento

vortcez9

Feito isso, vamos dar um trato nestas cores criando alguns conceitos contrastantes =]

vortcez10

O grande segredo quando se trabalha com a frequencia de tonalidade em sua valoração padrão*(1,00)  é  trabalhar a frequencia e a fase da luminosidade com valorações abaixo de 0,70 pois isto fará com que a imagem não adquira discrepancias quanto a uniformidade dos tons e cores:

vortcez111

Eis o resultado da mistura de tons verdes=]:

vortcez12

Agora vejamos, se eu decidir zerar a frequencia de tonalidade e na fase optar pelo vermelho, posso agora alterar a frequencia de saturação de modo que apenas os setores da imagem que eu desejar preservem cor :

vortcez13

E aqui estamos =]:

vortcez14

E se eu duplicar a camada atribuindo a nova camada o efeito de camada denominado “Luz Dura” eu tenho? =]:

vortcez15

E este é o resultado final do nosso exemplo do dia:

vortcez16end

Pois bem, agora você já sabe como destacar fragmentos de uma imagem utizando um espectro =].

Vejo vocês no nosso próximo assunto! =]

Uma resposta to “O Vórtice Ocular”

  1. Oi brother, axo o eus tutoriais o maximo, mas olha tenho uma dúvida em relação ao tutorial do vortex ocular, é que eu não tenho aquele filtro da natureza, minha versão é a inglesa , sabe aonde posso fazer o download daquele filtro??

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: