Além do espaço fábrica

Caros,

acredito que chegou o momento de começar a falar das extensões *(scripts, filtros e ferramentas que não vem de fábrica com o Gimp) feitas para o Gimp afim de ampliar ainda mais a diversidade de técnicas e oportunidades de criação com o software em si. Porém não pensem que tais ferramentas irão fazer todo o trabalho por você pois tudo que é bem feito exige esforço e dedicação e eu sempre irei exigir isso de todos os que forem meus alunos não importando assim quem seja.

Comecemos o assunto do dia aprendendo como adicionar este tipo de recurso no Gimp:

Antes de mais nada aqui vão algumas boas fontes para a obtenção de recursos adicionais:

http://gimpscripts.com/?page_id=5 (Boa fonte apesar de alguns serem rudimentares)

http://browse.deviantart.com/?qh=&section=&q=gimp+scripts *(obviamente que não podemos esquecer do “DA” com sua fonte praticamente ilimitada.)

http://registry.gimp.org (Claro, o próprio registro oficial do Gimp.)

Após baixar o recurso desejado, recomendo criar uma pasta onde achar melhor para catalogar os recursos por tipo e modo de atuação, feito isso descompacte o arquivo dentro da pasta e crie uma nova para armazenar o efeito descompactado. A imagem abaixo mostra um bom exemplo deste tipo de organização, isso é útil para backup e também para o caso de você querer repassar aos seus contatos depois :

fabrik1

Agora vamos colocar o nosso novo recurso em seu destino final:

Como mencionei antes os recursos se desmembram em categorias diversas, mas seu metodo de instalação é muito simples, basta colocar o novo recurso em sua pasta correspondente dentro da pasta que abriga o programa. Dito isso, vamos a ela:

Repare como a pasta que abriga o programa facilita a tarefa de alocar os recursos, bastando copiar e colar o recurso na pasta correta. No caso do exemplo do dia, o recurso que eu escolhi é um script, assim sendo devo coloca-lo na pasta denominada “script” =]:

fabrik2

Agora basta colar o arquivo na pasta e podemos fecha-la:

fabrik3

Agora basta recarregarmos os scripts do Gimp e o novo recurso já estará pronto para uso:

fabrik4

Agora vem aquela pergunta básica:

“Raz, mas onde foi que o Gimp colocou o recurso que eu instalei??!”

Para  descobrir onde está o nosso novo recurso basta verificarmos a sua localização dentro do próprio script, isso se faz da seguinte maneira:

Vamos abrir o script que acabamos de instalar com um editor de texto:

então botão direito do mouse:

fabrik5

Após aberto somos transportados as entranhas do código do nosso script, aproveite e ganhe algum tempo apreciando as ordens que o mesmo dá ao Gimp, no futuro quem sabe você também não acaba criando um script automatizando tarefas ? =]

fabrik6

fabrik7

Agora repare na ultima linha do script, ela traz a localização exata do nosso novo recurso instalado dentro do programa =]:

fabrik8

Agora que já sabemos onde ele esta, basta ir até ele :

fabrik9

Aproveitando a oportunidade vamos agora falar um pouquinho sobre este script que eu instalei para ilustrar o exemplo do dia:

Seu nome é National Geographic e segundo o autor *(Samuel Albrecht-encontrado em http://registry.gimp.org) o script recebeu este nome por ter a sua serventia em simular a assinatura da estrutura luminosa vista nas imagens da revista e canal de tv que também levam este nome, devo dizer que tal nome é até bem apropriado =]. Dito isso vamos as suas ferramentas e serventias:

P.s: tem muita gente que reclama quando algo não está escrito em seu idioma local, note que o autor do recurso que você deseja instalar não tem a obrigação de traduzir nada para outros idiomas, cabendo isso a você mesmo se desejar, então, PARE de reclamar e faça algo se assim for do seu interesse. Aos demais peço desculpas pela rispidez.

Shadow Recover Opacity:Este recurso tem a sua serventia em recuperar a opacidade das sombras, ou seja quanto mais alta a sua valoração, maior será o destaque das sombras dando mais vida e ampliando a perspectiva da imagem.

Sharpness: Este recurso tem a sua serventia em ampliar o destacamento das bordas setoriais da imagem, ou seja, quanto maior for a  sua valoração mais “aguçada” será a imagem não importando o nível de desfoque em outras áreas.

Screen Layer Opacity: Este recurso tem a sua serventia em determinar a opacidade da primeira camada que o script irá criar a fim de amplificar o volume da estrutura luminosa da imagem, ou seja quanto maior, mais luz a imagem terá e quanto menor esta for menos luz ela terá.

2. Overlay Layer Opacity:Este recurso tem a sua serventia determinar a opacidade da terceira camada que o script irá criar a fim de amplificar o volume da estrutura luminosa da imagem, ou seja quanto maior, mais luz a imagem terá e quanto menor esta for menos luz ela terá. Vale lembrar que esta camada tem a mesma função da primeira que o recurso criou então elas se auto complementam.

Local Contrast:Este recurso tem a sua serventia em determinar o contraste da imagem.

Layer Mask for the Screen Layer:Este recurso tem a sua serventia em deixar a mascara da camada denominada Screen visível para edição.

fabrik10

Agora antes de dar o “ok” vamos dar uma olhada na imagem antes da aplicação do script, feito isso deixe o recurso trabalhar:

fabrik11

Agora temos a mesma imagem pós script:

fabrik12

Acredito que as mesmas falam por si só. Para finalizar, deixo com vocês o dever de casa dedicado aos meus ex alunos do CCA-BR:

Como este gif foi criado? Justifique sua resposta. *(p.s : Carvelho se você disser “conceito” de novo vou fazer vc e os demais “processos” pagarem a minha cerveja.)

fabrik13

Dito isso meus caros, vejo vocês no nosso próximo assunto =]

10 Respostas to “Além do espaço fábrica”

  1. […] Enviado por Guilherme Razgriz (hrazgrizΘlinuxmail·org): “Neste pequeno documento mostro como você pode adicionar novos recursos empolgantes ao Gimp sem esforço.” [referência: http:] […]

  2. Parabéns cara, foi de grande ajuda para mim, e certamente para muitos outros…

  3. muito interessante e od scripts do Gimp me ajudão muito nos meus trabalhos com papéis de parede!

    valeu!!

  4. Realmente um ótimo post!
    Infelizmente é um sofrimento ler nessa página toda escura!

    • phenonart Says:

      Quem mandou a “comunidade” dizer que eu sou o “darth vader” do software livre? E olhe que estou pensando em deixar as letras negras de uma vez em breve.

  5. Exceleeeeeente artigo, embora eu goste mais de artigos orientados a terminal (mas obviamente artistas gráficos, o público mais provável do GIMP, não concordarão). Parabéns.

    Diquinha de português: “a fim” é separado (início do texto, “…feitas para o Gimp afim de ampliar…”).

  6. […] Feito isso, vamos dar um reforço de cor e luz a imagem para que a mesma possa estocar um leque maior de conceitos.Como existem diversas maneiras de proporcionar tais alterações, vamos optar por uma não muito convencional oriunda de um plug-in já visto por nós aqui denominado “National Geografic”, sua serventia se dá em adicionar o mesmo nível de cor e luz vistos na revista a uma imagem . O artigo citado abaixo mostra como baixar, instalar e utilizar o referido plug-in : https://razgrizbox.wordpress.com/2009/06/20/alem-do-espaco-fabrica/ […]

  7. […] Dito isso a gente começa baixando o “G’MIC” , suite abarrotada de plugins para o trato de imagens no Gimp, neste documento eu explico o processo de instalação de plug-ins e onde encontrar boa parte deles =… […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: