A necropse Pós Textem

Caros,

Hoje vamos novamente falar sobre tipografia e seus métodos de implantação em superfícies diversas,

Comecemos criando dentro do Inkscape um texto ou mesmo arte simplória abstrata de cor sólida:

IPC: Caso o seu objeto tenha mais de um componente não esqueça de dar o comando denominado “União” para torna-lo uma peça única.

necrotext1

Agora duplique o  objeto e preencha-o de branco, em seguida mova-o ligeira e delicadamente para qualquer direção:

Note que esta ação resultou em um leve relevo que poderia ser utilizado também em inúmeras situações.

necrotext2

Agora é hora de dar “brilho” =]:

Aplique sobre este objeto degradê Linear:

necrotext3

Agora utilizando a ferramenta de ajuste de degradês vamos redirecionar o foco estrutural luminoso do objeto de maneira que o mesmo abranja toda a area de maneira uniforme na vertical:

necrotext4

Eis oque temos até aqui:

Para quem deseja apenas “metal” esse tipo de coisa poderia ir direto para uso por exemplo.

necrotext5

Agora antes de continuarmos vamos a um pequeno adendo=]:

Experimente mover o nosso objeto que sofreu a ação do degradê um pouco para os lados sem tanta delicadeza e veja o que acontece: =]

Esse tipo de efeito é relativamente comum em certas peças publicitárias que remetem a ambientes mais libertinos como por exemplo restaurantes “exóticos” ou mesmo “gourmet”, lojas de acessórios joviais e coisas do gênero. Para o seu uso bastaria eliminar as partes desnecessárias oriundas da movimentação do objeto mais claro. Façamos o seguinte:

necrotext6

Duplique o objeto negro e depois selecione todos os objetos que compõem o trabalho, finalmente acione a ferramenta “clip” cuja localização pode ser vista abaixo e pronto=]:

necrotext7

Agora basta dar um uso qualquer =].

necrotext6

Visto isso, de um “Ctrl+z” algumas vezes para  desfazer o processo acima e voltarmos ao nosso plano original:

IPC: Para quem quiser dar um ganho de luz ao trabalho basta duplicar o primeiro objeto selecionando-o e aplicando o comando “Ctrl+D”.

necrotext5

Agora duplique*(Ctrl+D) o ultimo objeto e preencha-o com preto sólido, mandando o em seguida para trás dos demais objetos:

necrotext8

Agora basta desfoca-lo um pouco e pronto! Temos agora o mesmo com uma branda faixa flutuante por baixo permitindo inúmeros encaixes em diversas aplicações =]:

necrotext9

necrotext10

Muito bem, agora vamos inverter a tão falada superfície por uma de auto contraste:

Duplique todo o trabalho *(selecione todos os objetos e dê o comando “Ctrl + D”) e coloque o clone resultante de forma concorrente ao original  pressionando a tecla “Ctrl” durante o processo. Por fim sobre o “clone”, duplique seu ultimo objeto *(Ctrl+D) preenchendo o resultante com preto sólido e delicadamente diminua-o de tamanho de maneira congruente utilizando para isso o comando “Ctrl+Shift+F9” através do seu teclado. Depois basta mover de forma tênue o objeto diminuído e pronto!=]

necrotext11

Eis aqui os nossos dois pequenos exemplos prontos para o Export:

necrotext12

O tamanho é de sua escolha =]:

necrotext13

Agora que já estamos no Gimp, vamos ao dito “Pulo do gato”:  A transparência de um arquivo png também pode nos ajudar a customizar uma arte feita no Inkscape sem demora =].:

necrotext14

Comecemos pela parte mais “clara” do nosso exemplo:

Crie uma nova camada transparente aplicando em seguida o efeito de camada denominado “Multiplicar”, em seguida crie uma pequena composição com pinceis negros sobre a arte que criamos, veja que os resíduos dos pincéis que ficaram de fora  da arte foram engolidos pelo vazio da transparência=]

necrotext15

Não tenha pressa aqui =]

necrotext16

Hora do nosso exemplo negro =]:

Aqui o processo é similar mas com diferenças gritantes, crie uma nova camada transparente e aplique sobre a mesma o efeito de camada denominado “Esconder”, depois basta criar uma composição com pinceis brancos ou de tonalidade clara sobre a mesma e pronto =]:

necrotext17

Não tenha pressa =]

necrotext18

Eis aqui as crianças do dia :

necrotext19

Agora basta salvar o arquivo com a  extensão “.PNG” e pronto =]:

necrotext20

Para finalizar o nosso costumeiro trabalhinho para casa:

Crie uma composição regular que apresente o mesmo padrão de preenchimento da parte formada por ligas de luz da imagem:

necrotext21

Dito isso meus caros, vejo vocês no nosso próximo assunto!

Uma resposta to “A necropse Pós Textem”

  1. Então cara, gostei muito da proposta do exemplo preto. Esse pincel estilo “favos de mel” dá um efeito legal.
    Ótimo trabalho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: