O poder Laranja

Caros,

pouco se imagina o verdadeiro potẽncial dos degradês transicionais formados por cores quentes, então hoje vamos redescobrir seus tesouros minimalistas =]  fazendo uso da transição coloral vivo acrescido apenas de objetos em cor una-sólida .

Dito isso comecemos criando uma nova imagem com preenchimento preto no Gimp com tamanho livre :

Aberta a nova imagem  selecione dentre o seu acervo de degradês um que atenda a solução proposta no assunto do dia, normalmente o padrão de fábrica denominado “Yellow Orange” é mais que suficiente, porém você pode criar um novo padrão se assim desejar =]

Feito isso, vamos criar um degradê com corte linear uniforme, para tal basta arrastar o cursor e soltar o mouse quando este atravessar a imagem em sua totalidade =],

O grande segredo da transição coloral em degradês é determinar antes mesmo de se criar o novo padrão IMAGINAR o que se quer passar, lembrando que quando mais escuro for o tom da cor resultante da transição mais sombrio e marginal o trabalho será de acordo com a mensagem , sendo ainda que os tons escuros favorecem o uso de pincéis volumétricos e de formas complexas não sólidas*(cor e tom único primário)

,

Aplicado o degradê vamos a criação de uma composição sólida  de conceito coeso e fechado, no caso optei por um semi ilustrado criado a partir de uma família de pincéis sólidos multi propósito =]:

O grande segredo para composições que sigam esta  linha é procurar criar novos objetos fazendo uso dos pincéis dessa família única primeiro analisando maneiras de encaixar formas umas nas outras =] , ainda sem esquecer também que a cor é fator primordial aqui, no caso o preto SEMPRE cai bem, dizendo o mesmo do preenchimento em cor luz quando se tem volume ou tom mais escuro como back up =]:

Depois de criar a forma base você pode complementar a composição se assim desejar acrescentando outros objetos igualmente sólidos que mantenham a sintonia para com o conceito a ser transmitido =]

n

Tome muito cuidado em utilizar apenas fragmentos de pincéis maiores que a área total da imagem pois eles podem poluir o seu trabalho se o uso não for “homeopático”

Pincéis com pequenos detalhes que não possuam preenchimento sólido até são bem vindos para acrescentar algum detalhe ao conceito contanto que aplicados sob extrema cautela =].

Em trabalhos como este você não precisa criar uma camada para cada objeto, porém em algumas situações que demandem livre movimentação não hesite em criar =], isso é valido para partes menores que podem vir a requerer pequenos ajustes.

E com poucos objetos adicionados podemos encerrar o nosso exemplo assim =].

Reparem que a transição de cor e o preenchimento sólido fizeram todo o serviço de fundir ambos os cenários sem esforço =]

Mas se aplicarmos oque foi dito sobre pincéis em cor luz….

Obtemos a mesma diretriz só que ainda mais rica e envolvente =]

Dito isso meus caros aprendizes, vejo vocês no nosso próximo assunto!

About these ads

Uma resposta para “O poder Laranja”

  1. Teu blog é show, venho acompanhando suas dicas a algum tempo.. valew

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: