Line-Breakers!

*(Para maximizar o nível de aproveitamento deste documento por favor clique aqui caso você esteja dando os seus primeiros passos no universo da computação gráfica livre.)

Muito bem, hoje me deu vontade de pisar fundo no acelerador e levar a imaginação dos meus alunos mais antigos até a dobra vertical do elemento mais básico que é a cor luz, vai ser bem rápido =]. Vamos lá?

Comecemos criando uma nova imagem de fundo preto com tamanhos congruentes, para ilustrar o trabalho do dia 800×800 pixel s é suficiente, porém você é mais do que livre para decidir qual tamanho é o mais adequado para o seu trabalho.

Criada a nova imagem, vamos começar com um exercício simples.

Sobre a imagem, crie uma nova camada transparente e dentro desta crie um degradê espiralado que tenha início na extremidade superior da imagem de forma que o clímax da espiral fique o mais próximo possível do centro da imagem. As imagens abaixo ilustram esse processo:

Comece escolhendo e ou criando um degradê de sua escolha, dê preferência pelos modelos que apresentem quebras *(sem transformação suave). :

Não é preciso clicar sobre o editor de degradês para visualizar o modelo escolhido com maior atenção, para tal ação basta manter o botão do mouse pressionado por alguns segundos. A imagem abaixo nos mostra em detalhes o degradê que foi escolhido atendendo as diretrizes propostas acima:

Agora que podemos ver o modelo em detalhes, podemos dizer com segurança que o mesmo possui diversas quebras de cor, sendo perfeito para o trabalho a ser executado.

Para criar o espectro espiralado nos moldes requisitados basta clicar e manter pressionado o botão do mouse próximo da extremidade superior da imagem, e arrastar a parábola para baixo próxima ao centro, por fim soltando o botão do mouse quando estiver satisfeito com a trajetória .

Este é o resultado do degradê que criamos até agora:

Agora vamos efetuar ranhuras dentro do nosso degradê resultante, para este processo existem duas soluções bem fáceis de serem aplicadas, vamos a elas:

A primeira consiste em abrir a interface de controle dos pincéis e dentro do seu acervo escolher um pincel que possa criar um padrão contínuo e uniforme de ranhuras, como os vistos no exemplo abaixo:

Depois de escolhido o pincel, basta selecionar a ferramenta “Borracha” presente na interface principal do Gimp representada pelo ícone abaixo e clicar apenas uma vez sobre a figura:

Agora vamos dar volume as ranhuras modificando a freqüencia e a fase da iluminação do trabalho, e claro se assim for o nosso desejo as cores também podem sofrer alterações. Para esta tarefa, nós vamos utilizar o nosso já velho conhecido filtro “Mapeamento Alien”. Para quem não se lembra como chegar até o filtro basta acompanhar a imagem abaixo:

Como se pode notar, a valoração da freqüência de luminosidade foi alterada para um valor relativamente alto *(acima de 0.70) e o mesmo foi feito com a fase da luminosidade, gerando assim o efeito neon. A pré-visualização das frestas criadas pelas ranhuras é transparente, isso se dá porque o degradê que serviu de base para as ranhuras foi posto em uma camada transparente e as ranhuras como foram criadas utilizando a ferramenta “Borracha”, apagaram os trechos do degradê, assim criando este efeito.

Satisfeito clique em “OK”.=].

Para atiçar um pouco a sua imaginação, duplique a camada que leva o resultado da nossa ultima ação e espelhe a nova camada de modo a criar simetria ou assimetria entre as partes. As imagens abaixo ilustram esse processo:

Após duplicar a camada solicitada, ative a ferramenta de espelhamento presente na interface principal do Gimp, representada pelo ícone abaixo:

Em seguida, aplique a ferramenta sobre a nova camada, para tanto, basta clicar sobre a imagem para que a ferramenta faça o seu trabalho. Para inverter a orientação da ferramenta basta pressionar a tecla “Ctrl” do seu teclado durante o uso da mesma.

=].

Agora vamos a segunda solução, esta é para quem não possui um set de pinceis como o que utilizei, mas igualmente eficaz.

IPC: Caso você deseje enriquecer o seu acervo de pinceis por favor acesse este link. Para encontrar os pinceis basta digitar a palavra “brushes” no campo de pesquisa, lembre-se que o Gimp passou a suportar os pinceis da ferramenta paga*(o produto da adobe) desde a versão 2.4.0 .

Comecemos do ponto onde o degradê acabou de ser criado dentro da camada transparente, na interface principal do Gimp, selecione a ferramenta Belzier identificada pelo ícone abaixo:

Crie as ranhuras ao seu gosto, a sua imaginação é o limite aqui:

Criadas as ranhuras, vamos transformar este vetor em seleção, para tanto basta clicar no botão apropriado para tal ação, presente na interface de controle da ferramenta Belzier:

Agora, selecione a ferramenta Borracha, presente na interface principal do Gimp, e aplique a mesma, dentro da seleção que acabamos de criar, isso fará com que as ranhuras finalmente se tornem visíveis, como na solução anterior:

agora basta desfazer a seleção, e pronto! Os procedimentos a partir deste ponto são igualitários para ambas as soluções propostas:

Para finalizarmos a nossa tarefa do dia, vamos criar um tabuleiro simétrico a partir da imagem que acabamos de criar, para tanto combine todas as camadas visíveis, copie a resultante e crie uma nova imagem com tamanho assimétrico proporcional ao seu monitor, no meu caso como é um monitor de 19 polegadas vou criar uma com 1600×1200, porém você é livre para seguir outro parâmetro que desejar.

Criada a nova imagem, cole a imagem feita anteriormente em forma de nova camada. Depois duplique esta camada 3 vezes e por fim, utilize a ferramenta de espelhamento presente na interface principal do gimp em conjunto com a ferramenta de movimentação de maneira que todas as camadas se encaixem formando uma figura simétrica e congruente :

Eu disse que tinhamos acabado mas não, vamos agora aprender a executar ajustes extruturais de cor a fim de criar objetos simétricos e assimétricos a partir de um processo bem prático derivado do que aprendemos aqui :

Crie uma nova imagem com tamanho a gosto, para ilustrar o exemplo escolhi 500×500 pixel s. Dentro desta imagem, crie um degradê seguinte as diretrizes do princípio deste documento, ou seja, escolha um modelo que possua quebras de cor e com a parábola partindo da extremidade superior da imagem, até a parte central da mesma. Feito isso, crie uma camada transparente sobre o degradê:

Sobre esta camada transparente, aplique o efeito de camada denominado “Extrair grãos” e reduza a sua opacidade para 20%, depois, selecione a ferramenta “Pincel” presente na interface principal do Gimp, e crie uma pequena composição conceitual com uma quebra de segmentação, ou seja, aplique um pincel e depois aplique outro com a ferramenta “Borracha” selecionada, isto fará com que o seguimento seja quebrado mostrando assim o desenho do pincel aplicado com a ferramenta “Borracha” anexado ao primeiro feito com a ferramenta pincel. As imagens abaixo ilustram esse processo:

A imagem abaixo mostra apenas um pincel aplicado com a ferramenta pincel sem alterações.

Aqui já temos a “quebra” de segmentação mencionada após a aplicação de outro pincel de mesmo conceito aplicado através da ferramenta “Borracha”:

Agora temos um ítem opcional mas muito bacana, que é um destaque a composição, vamos a ele:

Crie uma nova camada transparente e sobre ela, aplique o efeito de camada denominado “Luz suave”, reduzindo em seguida a opacidade da mesma para 20%, feito isso, escolha um pincel que se encaixe no conceito do seu trabalho, ou mesmo crie uma pequena composição sobre esta camada =]:

Como podemos notar, o conteúdo desta camada está destacado do que criamos anteriormente =].

Agora, combine todas as camadas visíveis e aplique o filtro “Mapeamento Alien” sobre o trabalho invertendo apenas a estrutura luminosa do trabalho como fizemos anteriormente dentro deste documento:

Como podemos notar, a inversão estrutural luminosa amplifica também o conceito do trabalho =]

E para finalizar você ainda pode duplicar a camada base e espelhar a nova camada criada aplicando sobre esta ultima o efeito de camada denominado ‘Somente Escurecer” =] :

E para os meus alunos dos cursos online deixo este pequeno desafio: Como cheguei ao resultado abaixo?

Vejo vocês no nosso próximo assunto! =]

About these ads

4 Respostas to “Line-Breakers!”

  1. Muito bom, Razgriz!
    Tenho acompanhado todos os seus tutoriais aqui.
    Estão excelentes!
    Continue com a série.
    Abs.

  2. Muito bom o artigo, foi de muita utilidade para mim.

  3. Excelente artigo! Muito útil pra explorar os limites do Gimp. Adorei também o de degradê personalizado.

  4. Ola…amei esse tuto,muito show…
    gostaria de sabe, qual programa vc esta usando?
    Grato desde já….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: